Brasil: Jornalista Paulo Henrique Amorim morre após infarto

O jornalista Paulo Henrique Amorim morreu, na madrugada desta quarta-feira (10), aos 77 anos. Amorim estava em casa, no Rio de Janeiro, quando sofreu um infarto fulminante.

Paulo Henrique Amorim estava na Record TV desde 2003. Antes, passou por diversos jornais, revistas e emissoras de televisão do país.

O jornalista, que era um crítico ferrenho do governo Bolsonaro, estava afastado do programa “Domingo Espetacular” desde o mês passado. Amorim era casado com a também jornalista Geórgia Pinheiro e tinha uma filha.

Bordão

Paulo Henrique ficou famoso pelo bordão “olá, tudo bem?”. O conhecido cumprimento surgiu após a participação do jornalista em uma edição especial da rede americana CNN.

O jornalista Paulo Henrique Amorim morreu, na madrugada desta quarta-feira (10), aos 77 anos. Amorim estava em casa, no Rio de Janeiro, quando sofreu um infarto fulminante.

Paulo Henrique Amorim estava na Record TV desde 2003. Antes, passou por diversos jornais, revistas e emissoras de televisão do país.

O jornalista, que era um crítico ferrenho do governo Bolsonaro, estava afastado do programa “Domingo Espetacular” desde o mês passado. Amorim era casado com a também jornalista Geórgia Pinheiro e tinha uma filha.

Bordão

Paulo Henrique ficou famoso pelo bordão “olá, tudo bem?”. O conhecido cumprimento surgiu após a participação do jornalista em uma edição especial da rede americana CNN.

Reportagem: Redação Amazônia sem Fronteiras

- PUBLICIDADE -