Carro-bomba atinge comboio dos EUA em Cabul e deixa mortos e feridos

Um ataque com carro-bomba contra um comboio dos Estados Unidos na capital afegã feriu quatro efetivos dos EUA e matou ao menos quatro civis afegãos, disseram autoridades nesta sexta-feira, no segundo atentado na cidade em dois dias.

O Taliban assumiu a responsabilidade pela explosão, que ocorreu um dia depois de o grupo militante Estado Islâmico assumir um ataque suicida perto de uma academia de treinamento militar que matou ao menos seis pessoas.

Um porta-voz das forças dos EUA no Afeganistão confirmou que um carro-bomba atingiu um comboio de seu país e que quatro efetivos sofrerem ferimentos leves, mas não deu maiores detalhes.

Um porta-voz do Ministério do Interior informou que quatro civis afegãos morreram.

A explosão criou uma coluna de fumaça branca e espalhou destroços pela movimentada rua Jalalabad, situada no leste da cidade, uma área com vários grandes complexos de segurança que foi alvo de diversos ataques ao longo dos anos.

Mas outras autoridades disseram que até nove pessoas morreram, e as estimativas de feridos também variam.

O principal porta-voz do Taliban, Zabihullah Mujahid, disse em um comunicado que o ataque visou um comboio de “conselheiros estrangeiros destacados”, matando 10 pessoas e destruindo dois veículos.

Testemunhas disseram que ao menos três veículos blindados Land Cruiser integravam o comboio, um dos quais ficou seriamente danificado na detonação e foi retirado do local por um guindaste enquanto tropas afegãs e norte-americanas protegiam o local e bombeiros o limpavam.

Amazônia sem Fronteiras/ Fonte: TERRA

- PUBLICIDADE -