Cinco casos de varíola dos macacos são investigados no estado do Rio

Ao todo, cinco casos suspeitos de varíola dos macacos estão sendo investigados pela Secretaria Estadual do Rio (SES), até a noite desta segunda-feira. Dois deles são na capital; um em Nova Iguaçu, e outro em Itaguaí. O quinto caso é de Duque de Caxias.

A suspeita mais recente foi registrada no município de Itaguaí, na Região Metropolitana, onde uma moradora foi colocada em isolamento domiciliar. Segundo a prefeitura da cidade, a paciente foi atendida no Hospital São Francisco Xavier e está sendo monitorada.

“Informamos que o caso dessa paciente já está em investigação e todas as medidas de contenção e controle foram adotadas. A Secretaria de Saúde já comunicou oficialmente as autoridades de saúde estaduais”, disse a prefeitura de Itaguaí por meio de nota.

Segundo o Ministério da Saúde, o estado do Rio tem dois casos confirmados da doença. O primeiro caso registrado no estado foi na cidade do Rio. Um homem de 38 anos residente em Londres, que chegou ao Brasil em 11 de junho. Ele procurou atendimento médico no Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas (INI/Fiocruz) no dia seguinte da sua chegada.

O segundo caso foi confirmado na noite do último domingo (19). De acordo com o Ministério Público, o paciente é um homem de 25 anos, morador de Maricá, na Região Metropolitana. O jovem, que não teve a identidade revelada, não viajou ao exterior, mas teve contato com estrangeiros, informou o Ministério da Saúde. Ele apresenta quadro clínico estável e está sendo

- PUBLICIDADE -