Industria cresce no Brasil após 4 meses de queda

Em relação a novembro de 2017, a produção caiu 0,9%

A produção industrial subiu 0,1 em novembro ante outubro, na série com ajuste sazonal, divulgou na manhã desta terça-feira, 8 o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O resultado veio abaixo da mediana das estimativas de analistas ouvidos pelo Projeções Broadcast, de 0,2%, mas dentro do intervalo previsto, que ia de uma queda de 0,6% a alta de 1,4%.

Em relação a novembro de 2017, a produção caiu 0,9%. Nessa comparação, sem ajuste, as estimativas variavam de um recuo de 1 2% a avanço de 1,4%, com mediana negativa de 0,37%. No ano, a indústria teve alta 1,50%. No acumulado em 12 meses, a produção da indústria acumulou avanço de 1,8%.

A ligeira alta de 0,1% na produção industrial em novembro ante outubro interrompeu uma sequência de quatro quedas consecutivas, segundo os dados da Pesquisa Industrial Mensal – Produção Física iniciada em 2002 pelo IBGE.

O resultado do mês anterior, outubro ante setembro, foi revisado de uma alta de 0,2% para uma queda de 0,1%. Em setembro ante agosto, o recuo foi de 1,7%. Em agosto ante julho, queda de 0,8% e em julho ante junho houve diminuição de 0,2%. Em quatro meses de taxas negativas, a indústria acumulou  uma perda de 2,8%, segundo cálculos do IBGE.

Amazônia sem Fronteiras / Fonte: Estadão Conteúdo

 

- PUBLICIDADE -