Manacapuru: Primeira fase concluída para barco médico inteligente começar a funcionar

A primeira fase de implementação do Projeto “Barco Inteligente” foi concluída esta semana com a implantação dos equipamentos de informática em todos os ambientes do convés inferior da UBS Fluvial. Também foram realizados treinamento de capacitação dos profissionais que irão operar os equipamentos e sistemas.

Na segunda fase serão feitos reparos na embarcação, na sinalização visual da UBS Fluvial e na terceira fase serão implantados os equipamentos médicos de última geração, entre eles, um aparelho de raio-x digital. A terceira fase se dará assim que a embarcação estiver apta para entrar em ação.

Os coreanos estão equipando o barco, mas o atendimento será feito por profissionais da área médica contratados pela prefeitura ou pelo Estado. A proposta é que o barco funcione, também como um projeto piloto de pesquisa na Amazônia.

 

Reportagem: Redação Amazônia sem Fronteiras

- PUBLICIDADE -