Turquia invade Síria e realiza operação militar em área de fronteira

A Turquia  fez nesta última quarta-feira  (9) uma operação militar na Síria. O governo turco alegou como motivação o combate ao que chamou de ameaças contra seu país, especificamente os grupos denominados Unidades de Proteção do Povo (YPG). Esses coletivos curdo-sírios dominam o nordeste da Síria, região de fronteira com a Turquia, e se opõem ao Estado Islâmico no país.

O presidente da Turquia, Recep Erdogan, falou sobre a operação por meio de sua conta na rede social Twitter alegando que ela teria como foco desbaratar ameaças contra o país. “Nossa missão é prevenir a criação de um corredor do terror em nossa fronteira do sul e trazer paz à área”, escreveu.

A agência de notícias oficial turca, Anadolu, informou que aviões adentraram o território Sírio atacando alvos do grupo YPG. Cinco vilas teriam sido atingidas por mísseis disparados pelas aeronaves, de acordo com o site.

Mustafa Bali, porta-voz das Forças Democráticas da Síria (SDF, na sigla em inglês), aliança integrada pelos YPG, afirmou por meio de sua conta no Twitter que há um “grande pânico” entre as pessoas da região e reportou seis mortes. O representante das SDF informou que as tropas da aliança estão repelindo ataques turcos, como os que ocorrem na cidade de Til Abyad.

 Reportagem: Redação Amazônia sem Fronteiras

- PUBLICIDADE -