Visite o Palacete Provincial – Museu da Praça da Polícia

Hoje ele abriga vários museus em seu interior, como pinacoteca do estado, o museu da numismática, arqueologia e da polícia militar. A visita é gratuita e acompanhada por um guia.

HISTÓRICO

O início de sua construção arquitetônica data do governo do presidente da Província, Manoel Clementino da Cunha (1860-1863), precisamente em 1861, quando o então capitão da Guarda Nacional e vereador da Câmara Municipal de Manaós, Custódio Pires Garcia, começou a erguer o “Palacete Garcia”, primeiramente chamado e construído para ser sua residência, sendo mais tarde vendido para o governo, e transformado em “Palacete Provincial”.

Em 1867 foi efetivada a compra do então “Palacete Garcia”, que ainda se encontrava em obras, sendo adquirido por 12 contos de réis, e para qual o Presidente da Província pretendia instalar inicialmente o Paço Municipal, e depois a Tesouraria Provincial, e também dar uma sede para a Assembléia Legislativa Provincial.

Em 25 de março de 1874, após muitos esforços, o Palacete foi declarado como concluído. Cartão postal da cidade, sua visitação se equipara ao Teatro Amazonas, e já recebeu de várias Instituições de certificações o Mérito de Excelência, indicado por visitantes do mundo inteiro.

Horário de funcionamento: De domingo a domingo, das 9h às 14h

Endereço: Praça Heliodoro Balbi, s/n, Centro (Praça da Polícia)

 

Reportagem: Redação Amazônia sem Fronteiras

- PUBLICIDADE -