Brasileiro recebe prêmio do governo dos Estados Unidos pela luta contra a intolerância religiosa

O babalaô e doutor em História pela UFRJ Ivanir dos Santos recebeu, nesta última quarta-feira (17), um prêmio do Departamento de Estado do Governo dos Estados Unidos pela importância na luta contra a intolerância a praticantes de religiões de matriz africana no Brasil. O brasileiro foi o único representante do hemisfério ocidental a ser premiado no evento.

A premiação aconteceu durante a Ministerial Advance Religious Freedom, uma conferência sobre a liberdade religiosa, realizada anualmente em Washington, e contou com a presença do secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo. Ivanir foi homenageado ao lado de outros cinco líderes religiosos: Mohamed Yosaif Abdalrahan, do Sudão; Iman Abubakar Abdullahi, da Nigéria; Pascale e William Warda, do Iraque; e Salpy Eskidjian Weiderud, do Chipre.

O Embaixador Geral para Liberdade Religiosa Sam Brownback, apresentou cada premiado e, ao falar sobre Ivanir dos Santos, ressaltou a importância de sua atuação à frente da Comissão de Combate à Intolerância Religiosa (CCIR).

— O prêmio é de todos e todas que ao longos desses anos vem lutando e contribuindo para um país mais justo e igualitário. Eu estou imensamente honrado e muito fortalecido com o reconhecimento das nossas ações. Acredito que teremos mais possibilidade para a internacionalização das nossas causas e pautas. Meu papel aqui em Washington é chamar a atenção das autoridades internacionais paras os casos de intolerância religiosa que vem crescendo a cada vez mais no Brasil — disse Ivanir dos Santos.

Reportagem: Redação Amazônia sem Fronteiras

- PUBLICIDADE -