Defesa Civil registra vinte ocorrências na segunda-feira, 25

Até ás 16h na segunda-feira, 25/3, a Central de Emergência 199 da Defesa Civil de Manaus recebeu 23 chamados em virtude da chuva que atingiu a capital amazonense. 

De acordo com os pluviômetros instalados pelo órgão na cidade, em parceria com o Centro de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), o acumulado de chuva pelo período da tarde foi de 60,2 milímetros. Em nenhum dos casos houve o registro de feridos.

As ocorrências registradas foram: oito alagações nos bairros Santa Etelvina, Amazonino Mendes, Jorge Teixeira, bairro da União, Grande Vitória, Tancredo Neves, Jorge Teixeira, Nova Vitória; um desabamento de casa no Conjunto João Paulo II; uma rachadura em parede de residência, no bairro São José; quatro desabamentos de muros nos bairros do Parque 10, Nova Vitória, São José e Jorge Teixeira; três casas com risco de desabar nos bairros Praça 14, Tancredo Neves e Novo Reino; um deslizamento de barranco no bairro Jorge Teixeira; um tombamento de árvore no Tancredo Neves; e um barranco com risco de desabar no Jorge Teixeira.

O Departamento de Operação da Defesa Civil informou que as equipes técnicas estão em atendimento das ocorrências e a Central de Emergência 199 segue em pronto-atendimento 24h.

Monitoramento

O monitoramento nas áreas de riscos da cidade, no período chuvoso, é realizado diariamente pela Defesa Civil e conta com o reforço dos Núcleos de Proteção e Defesa Civis nas comunidades (Nupdecs), formados por voluntários que ajudam o órgão a monitorar esses locais. Outro reforço é o monitoramento por pluviômetros instalados na capital.

Amazônia sem Fronteiras / Fonte: Defesa Civil

- PUBLICIDADE -