Polícia usa gás lacrimogêneo para dispersar protesto em frente à Casa Branca

Foto: Divulgação
- PUBLICIDADE -

A polícia usou gás lacrimogêneo no domingo (31) diante da Casa Branca para dispersar os manifestantes que desafiaram o toque de recolher imposto na capital e em outras cidades dos Estados Unidos, cenários de protestos, em alguns casos violentos, contra o racismo e a violência policial.

A revolta provocada pela morte na semana passada em Minneapolis de George Floyd, um cidadão negro de 46 anos, por um policial branco se propagou por todo o país e as manifestações aumentam desde então.

Para evitar novos distúrbios, milhares de soldados da Guarda Nacional foram mobilizados em 15 estados e em Washington. O toque de recolher foi decretado em outras cidades, incluindo Houston e Los Angeles.

Em Saint Paul, cidade próxima a Minneapolis, epicentro do movimento, milhares de pessoas protestaram contra o racismo na tarde de domingo e exigiram que todos os policiais envolvidos na morte de Floyd sejam responsabilizados.

Chauvin é o agente que aparece no vídeo da prisão de Floyd. A gravação mostra como ele coloca o joelho no pescoço de Floyd por vários minutos, enquanto a vítima, imobilizada de cabeça virada para o chão, reclama de não conseguir respirar.

Reportagem: Redação Amazônia sem Fronteiras

- PUBLICIDADE -