Guedes diz que integração Brasil-Argentina vai fazer Mercosul funcionar

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta quinta-feira que a aproximação entre Brasil e Argentina vai integrar as duas economias e colocar o “Mercosul para rodar”, com energia e comida baratas.

Segundo Guedes, o Mercosul virou uma “trava” para o crescimento e ameaçou a democracia na região. Mas o ministro destacou que a palavra de ordem do presidente Jair Bolsonaro nas discussões com o presidente argentino, Mauricio Macri, foi de “liberdade econômica, liberdade política e democracia e mercados”.

“Estamos combinando uma integração energética, integração das fronteiras agrícolas”, afirmou Guedes, numa transmissão ao vivo de Bolsonaro em Buenos Aires, acrescentando que Brasil e Argentina juntos são uma das maiores potências energéticas, em gás e petróleo.

Guedes questionou ainda a preferência de Brasil e Argentina, segundo ele, pelo empobrecimento e destacou ser “perfeitamente possível” explorar economicamente o meio ambiente preservando recursos naturais.

“Nós somos possivelmente a 2ª maior economia do mundo em recursos naturais, mas a 130ª (economia) em ambiente de negócios… Temos uma preferência pela pobreza, hostilidade aos empregos”.

Sobre a decisão da Caixa Econômica Federal de reduzir taxas de juros para financiamento imobiliário, Guedes disse que algumas linhas praticavam juros “abusivos”.

 Amazônia sem Fronteiras/ Fonte: UOL (Reuters)
- PUBLICIDADE -