Imagens do hotel onde Najila alega ter sido estuprada por Neymar são apreendidas

As imagens do hotel em Paris, onde Najila Trindade Mendes afirmou ter sido estuprada pelo atacante Neymar, foram recuperadas pela polícia francesa.

A investigação conduzida no Brasil agora terá elementos colhidos pelos investigadores do 1º Distrito da Polícia Judiciária (DYP) em Paris, que fizeram, discretamente, uma incursão para buscar as imagens das câmeras de vigilância do sofisticado Sofitel Arc De Triomphel, onde os dois se encontraram, no dia 15 de maio.

A chegada e a partida de Najila do hotel foram filmadas no saguão e nos corredores também do segundo andar, onde se localiza o quarto 203, onde a brasileira ficou por três dias. De acordo com a jovem, Neymar estava alcoolizado na hora que a encontrou, por volta das 20h, no horário local, antes de ser violento e abusar dela.

Os policiais da 1ª PJ parisiense estavam agindo no âmbito de um pedido de cooperação internacional enviado pelas autoridades judiciais brasileiras, conforme a publicação. E trabalharam de forma rápida, porque as imagens são apagadas periodicamente de 15 em 15 dias.

 

Reportagem: Redação Amazônia sem Fronteiras

- PUBLICIDADE -